domingo, 3 de janeiro de 2016

O Escorpião de Jade (2001)


Título Original: The Curse of the Jade Scorpion
 
Gênero: Comédia, Crime, Mistério
 
Roteiro: Woody Allen
 
Direção: Woody Allen
 
Sinopse: "Numa festa de aniversário, CW Briggs  e Betty Fitzgerald são convocados a subir ao palco onde são hipnotizados pelo mágico Voltan. Sob efeito da hipnose, ao ouvir palavras de ordens como 'Madagascar' e 'Constantinopla', a dupla abandona o que estiver fazendo e comete roubos de joias arquitetados pelo mágico." 
  
Trailer 


 O Curioso é que o próprio Woody Allen considera esse filme como um de seus piores trabalhos. Isso porque ele não estava se sentindo bem para atuar, mas teve que fazer por não achar outro ator. Quanto a atuação, é possível perceber que, mesmo seu personagem, CW Briggs, sendo um investigador cheio de si, pelo menos Woody abandona um pouco aquele famoso comportamento neurótico e aparenta tranquilidade em algumas cenas. Quanto a ser "um dos seus piores trabalhos", eu discordo.

A história se passa nos anos 40, e pode parecer uma ideia até boba, mas tem um desenvolvimento divertido. Toda a aparente segurança do protagonista vai abaixo quando está diante de Betty Fitzgerald (Helen Hunt), que se mostra uma mulher de personalidade forte e sempre pronta em diminuir o egocentrismo de CW. A partir da "guerra" desses dois é que encontramos também os diálogos mais engraçados, mas não apenas neles. Também vale ressaltar as cenas do investigador ao encontrar a sexy Laura (Charlize Theron), onde geralmente, nada sai como esperado. Dessa vez, Allen escreveu e dirigiu um roteiro que se distancia mais dos problemas complexos e dá uma chance para o humor simples, que abrange um público maior, e ainda assim é bem superior aos títulos de comédia besteirol que tem aos montes no cinema.

Avaliação: 
Péssimo
Ruim
Regular
Bom
Ótimo